Web Rádio Show Francisco no 24 Horas no Ar

Ao Vivo Web Rádio Show Francisco

OUÇA TAMBÉM NO SEU FACEBOOK

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

“Portas Abertas”, Defensor Público do Estado se reúne com Procuradora e Secretária de Saúde.

Para abrir um canal de diálogo e trazer a possibilidade de resolver conflitos de maneira amistosa, a Procuradora-Geral do município, Drª Eliza Pompermayer e a secretária de Saúde, Drª Shirley Rangel se reuniram com o Defensor Público do Estado do Rio de Janeiro, Dr. Rogério Nunes de Oliveira. A reunião aconteceu nesta semana, na prefeitura e contou ainda com a participação do Chefe de Gabinete, Jorge Raul, além de procuradores municipais.

O Defensor, que também é coordenador da Região 12, composta pelas cidades de Campos dos Goytacazes, São Francisco de Itabapoana e São João da Barra, falou da atitude pioneira do governo. “Vocês estão de parabéns! Estreitar laços é extremamente importante. É a primeira vez que sou solicitado para uma reunião como esta em São Francisco do Itabapoana, pois no governo anterior estive aqui e não conseguimos ter êxito”,

De antemão, Dr. Rogério sugeriu a implantação de uma Câmara Técnica que envolva a administração pública local, como meio alternativo de solucionar contendas relacionadas à Saúde. Essa Câmara deve ser formada por profissionais que terão o compromisso de averiguar e filtrar os processos relacionados à saúde levados à Defensoria Pública, agilizando os atendimentos das necessidades médicas dos pacientes.

A secretária de Saúde detalhou que já foi feita uma força tarefa com o setor de Regulação do município e do Estado para análise dos casos que já estão em andamento para serem encaminhados aos destinos corretos. Segundo Drª Shirley, as demandas que podem ser resolvidas no município serão encaminhadas para o ambulatório. Com relação a medicamentos disponíveis na “Farmácia Popular”, a secretária ainda afirmou que vai solicitar aos médicos que orientem seus pacientes sobre os remédios gratuitos disponibilizados nas redes de drogarias cadastradas para o Programa.

Na parte jurídica, Drª Eliza disse que já colocou alguns procuradores somente para cuidar dos processos da área da Saúde para facilitar o trâmite e a resolução dos quase dois mil casos em registro. “O município está fazendo todos os esforços para evitar ao máximo que o cidadão procure a Defensoria Pública. O trabalho já está sendo feito, porém demanda tempo”, explicou a Procuradora.


Ascom SFI-RJ/Show Francisco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VOCÊ PODE FICAR À VONTADE PARA COMENTAR A MATÉRIA! ENVIE SUA CRÍTICA,MAS TAMBÉM ENVIE-NOS SUA OPINIÃO, DE COMO VOCÊ ESTÁ VENDO E APRECIANDO ESTE TRABALHO,SÓ LHE PEDIMOS UM FAVOR,SE IDENTIFIQUE,GRATO.