Web Rádio Show Francisco no 24 Horas no Ar

Ao Vivo Web Rádio Show Francisco

OUÇA TAMBÉM NO SEU FACEBOOK

domingo, 22 de outubro de 2017

Serviço de utilidade pública

REUNIÃO
Local: Escola Estadual Domires Machado
Data: sexta-feira, dia 27 de outubro de 2017
Horário: às 9:00 horas


Assunto: Destinação de Recursos do Programa Rio Rural para a revitalização da cultura da mandioca e das fábricas de farinha (Cadeia Produtiva da Mandioca) no Município de São Francisco de Itabapoana.

Na próxima sexta-feira, dia 27 de outubro de 2017, o Superintendente de Desenvolvimento Sustentável do Estado do Rio de Janeiro, Nelson Teixeira, estará na Escola Estadual Domires Machado, às 9:00 horas para conhecer o projeto da Cadeia Produtiva da Mandioca.
Na oportunidade, o superintendente, Nelson Teixeira que é secretário Executivo do Rio Rural e Helga Hissa, Coordenadora Técnica do Programa Rio Rural analisarão a viabilidade técnica e econômica do Projeto Cadeia Produtiva da Mandioca.

Desta forma, comprovada a viabilidade técnica e econômica do projeto, o Programa Rio Rural destinará recursos que contribuirão para que o Projeto possa ser iniciado. Vale lembrar que serão beneficiados, não apenas os plantadores de mandioca, mas também os trabalhadores das lavouras e os donos das fabricas de farinha.
O Programa Rio Rural buscar alternativas sustentáveis de desenvolvimento, tendo como referência de planejamento e de intervenção das microbacias hidrográficas, investindo na recuperação da qualidade da água, conservação do solo, recomposição da cobertura vegetal, infraestrutura e saneamento rural, entre outros. O programa conta com recursos do BIRD – GEF e Governo do Estado, e a parceria de Entidades Ambientais.
O Projeto da Cadeia Produtiva da Mandioca visa a adequar de forma sustentável a cadeia produtiva da farinha de mandioca do Município de São Francisco de Itabapoana, na perspectiva social, ambiental, econômica e sanitária. Dentre as principais metas do projeto estão:
- Identificar e caracterizar os atores sociais envolvidos na produção da farinha de mandioca, na perspectiva socioeconômica e demográfica e quanto à organização social do trabalho;
· Melhorar a qualidade e produtividade das lavouras de mandioca;
· Avaliar o atendimento de requisitos higiênico-sanitários no processo produtivo da farinha de mandioca;
· Dar destinação adequada aos efluentes da produção;

· Propor medidas corretivas para as possíveis inadequações de processamento e de higiene encontradas, visando à melhoria da qualidade do produto;
· Sistematizar informações que contribuam para o processo de Indicação Geográfica da farinha de mandioca de São Francisco de Itabapoana, criando assim uma “identidade” do produto.
É importante que os donos de fabricas de farinhas levem os seus fornecedores (plantadores de mandioca), pois a liberação de recursos para adequação de suas fábricas dependerá da participação e contribuição dos plantadores de mandioca.

EMATER-RIO
ESLOCJP
eslocjp@yahoo.com.br
(22) 2789-5252

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VOCÊ PODE FICAR À VONTADE PARA COMENTAR A MATÉRIA! ENVIE SUA CRÍTICA,MAS TAMBÉM ENVIE-NOS SUA OPINIÃO, DE COMO VOCÊ ESTÁ VENDO E APRECIANDO ESTE TRABALHO,SÓ LHE PEDIMOS UM FAVOR,SE IDENTIFIQUE,GRATO.