Web Rádio Show Francisco no 24 Horas no Ar

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

Média salarial de São João da Barra cresce 71%


Enquanto o salário médio mensal dos trabalhadores de Macaé e de Rio das Ostras diminuíram, o de São João da Barra cresceu 71, 43%, enquanto a média salarial do campista continuou patinando em 2,5 salários no período de 2009 a 2017. Os dados do IBGE e foram esmiuçados nas redes sociais pelo economista José Alves de Azevedo Neto, que conversou com a Folha sobre o assunto.
— A renda média do trabalhador de Campos mantém-se praticamente, estável no período, em apenas um pouco mais de dois salários mínimos. Em Macaé, onde há a indústria do petróleo, a renda média formal de 2009 era de 8,03 salários mínimos e em 2017 diminuiu para 6,3 salários, uma queda de 20,3% —analisou.
José Alves pontua que no caso de Rio das Ostras, outra economia que sofre influência por parte da economia do petróleo, devido ao seu pequeno distrito industrial, a renda média ficou acima de três salários mínimos, com alterações em alguns dos anos.
Como em 2013, quando a renda atingiu o patamar máximo de 4,3 salários mínimos. Todavia, no ano de 2017, o salário médio dos empregos formais do município chegou a 3,5 salários mínimos.
— São João da Barra pulou de uma renda média mensal formal de 2,1 para 3,6 salários mínimos no ano de 2017, o crescimento de 71,43%, por conta das movimentações do Porto Açu — avaliou.
— Macaé teve sua renda média mensal reduzida em 20,30%, devido às oscilações no mercado do petróleo, enquanto São João da Barra cresceu bem. E a economia de Campos, continuou com a sua renda média mensal inalterada em torno de 2,5 salários, mostrando que as rendas petrolíferas não foram suficientes para desatar os obstáculos ao desenvolvimento municipal, e, por sua vez, elevar o nível de renda dos trabalhadores. Ficamos, na condição apenas de município recebedor das rendas do petróleo e de uma economia de baixa renda. As consequências deste cenário de estagnação e desastroso sentimos agora na pele — concluiu.
Fonte:Fmanhã

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VOCÊ PODE FICAR À VONTADE PARA COMENTAR A MATÉRIA! ENVIE SUA CRÍTICA,MAS TAMBÉM ENVIE-NOS SUA OPINIÃO, DE COMO VOCÊ ESTÁ VENDO E APRECIANDO ESTE TRABALHO,SÓ LHE PEDIMOS UM FAVOR,SE IDENTIFIQUE,GRATO.