Páginas

sábado, 19 de abril de 2014

CORPO DE JOVEM ENCONTRADO EM CANAVIAL SÃO FRANCISCO DE ITABAPOANA RJ


Com um tiro na cabeça e dois nas costas, segundo a Polícia Militar, o corpo foi encontrado, por volta das 14 horas deste sábado 19, num canavial na localidade de Florestinha no município de São Francisco de Itabapoana, esta localidade fica entre Ladeira das Pedras e Bom Lugar, o corpo de Vinícius da Silva Matta, 22 anos, ele era ajudante de pedreiro e que estava desaparecido desde quinta-feira, 17 de abril.

Segundo Samilton, seu pai, meu filho era um rapaz calmo e trabalhava eventualmente como auxiliar de pedreiro e que estava estranhando muito o fato dele aparecer com uma Moto Biz que não era dele. Dizia também que a mãe, Gilda Ribeiro da Silva, evangélica tinha esperança de encontrar o filho ainda vivo.

O rabecão da Defesa Civil  fez à remoção do corpo do jovem para o Instituto Médico Legal. A Delegacia de Policia Civil investiga o caso.

Show Francisco.


NESTE SÁBADO 19 DE ABRIL



Morre aos 70 anos o narrador Luciano do Valle

O narrador Luciano do Valle, 70 anos, faleceu neste sábado. Ele passou mal durante uma viagem de avião e ainda não se sabe as causas de sua morte.

Luciano marcou época na televisão brasileira desde a década de 70 e era o principal narrador da Band, onde teve duas passagens, de 1983 a 2003 e depois de 2006 até os dias de hoje. Transformou a emissora em Canal do Esporte. Além de se especializar na narração do futebol, foi um dos principais divulgadores dos esportes olímpicos. Narrou boxe, onde lançou Maguila, também foi ícone da geração de prata do vôlei masculino na década de 80. Sua importância foi tão grande que ganhou o apelido de Luciano do Vôlei.
Foto: UOL


HOJE E AMANHÃ TEM EM PRAÇA JOÃO PESSOA SÃO FRANCISCO DE ITABAPOANA RJ



PARABÉNS, PARA ROBERTO CARLOS O CANTOR QUE ENCANTA! NOSSAS HOMENAGENS AO REI!

Roberto Carlos Braga (Cachoeiro de Itapemirim, 19 de abril de 1941) é um cantor e compositor brasileiro. Um dos primeiros ídolos jovens da cultura brasileira, ele foi um dos pioneiros no Brasil do movimento rock'n'roll surgido nos Estados Unidos ao longo da década de 1950.

Embora tivesse iniciado a carreira sob influência da Bossa Nova, no início da década de 1960, Roberto mudou seu repertório para o rock. Com composições próprias, geralmente feitas em parceria com o amigo Erasmo Carlos, e versões de sucessos do então recente gênero musical, fundando as bases para o primeiro movimento de rock feito no Brasil. Com a fama, estrelou ao lado de Erasmo Carlos e Wanderléa um programa na TV Record chamado Jovem Guarda, que daria nome ao primeiro movimento musical do rock brasileiro. Além da carreira musical, estrelou filmes inspirados na fórmula lançada pelos Beatles - como "Roberto Carlos em Ritmo de Aventura", "Roberto Carlos e o Diamante Cor-de-rosa" e "Roberto Carlos a 300 Quilômetros por Hora".

Na virada para década de 1970, reformulou seu repertório rock'n roll e se tornou um cantor e compositor basicamente romântico, que não modificou desde então. Logo também mudava seu público-alvo, que deixou de ser o jovem e passou a ser o adulto. Atualmente continua se apresentando com frequência e produz anualmente um especial que vai ao ar na semana do Natal pela Rede Globo, mesma época em que costumavam ser lançados seus discos anuais. Entre 1961 e 1998, Roberto lançou um disco inédito por ano. Dezenas de artistas já fizeram regravações de suas músicas, entre os quais Caetano Veloso, Gal Costa e Maria Bethânia.

Segundo a ABPD, Roberto Carlos é o artista solo com mais álbuns vendidos na história do Brasil.1 . Seus discos já venderam mais de 120 milhões de cópias e bateram recordes de vendagem - em 1994 chegou a marca de 70 milhões de discos vendidos - incluindo gravações em espanhol, inglês e italiano, em diversos países. Tendo realizado milhares de shows em centenas de cidades no Brasil e no exterior, sua popularidade o tornou conhecido no Brasil e na América Latina como O Rei, contando com um dos maiores fã-clubes do mundo.
Nascido no interior do Espírito Santo, na cidade de Cachoeiro de Itapemirim, é o quarto e último filho do relojoeiro Robertino Braga (27 de março de 18962 — 27 de janeiro de 19803 ) e da costureira Laura Moreira Braga (Mimoso do Sul, 10 de abril de 1914 —Rio de Janeiro, 17 de abril de 2010). A família morava no bairro do Recanto, numa casa modesta, no alto de uma ladeira. Os demais membros da família eram: Lauro Roberto Braga, Carlos Alberto Braga e Norma Moreira Braga, a qual Roberto Carlos carinhosamente chamava Norminha. Aos seis anos de idade, no dia da Festa de São Pedro, que é o padroeiro da cidade de Cachoeiro do Itapemirim, Roberto foi atropelado por uma locomotiva a vapor e sua perna direita teve de ser amputada até pouco abaixo do joelho.4 Até hoje ele usa uma prótese. Ainda criança aprendeu a tocar violão e piano - a princípio com sua mãe e, posteriormente, no Conservatório Musical de Cachoeiro de Itapemirim. Apesar de seu sonho de infância de ser arquiteto, dedicou-se à música. O ídolo na época era Bob Nelson, um artista brasileiro que se vestia de cowboy e cantava música "country" em português. Incentivado pela mãe, cantou pela primeira vez em um programa infantil na Rádio Cachoeiro, aos nove anos. Apresentou-se cantando o bolero "Amor y más amor". Como prêmio pelo primeiro lugar, recebeu balas. O cantor recordaria anos depois o momento, relatado na obra "Roberto Carlos em Detalhes", de Paulo César de Araújo: "Eu estava muito nervoso, mas muito contente de cantar no rádio. 

Ganhei um punhado de balas, que era como o programa premiava as crianças que lá se apresentavam. Foi um dia lindo."5 Tornou-se então presença assídua do programa, todos os domingos acreditando no seus sonhos de cantar. Roberto Carlos sempre manteve sua vida pessoal afastada dos holofotes e nunca permitiu a exposição dos filhos. Em seu repertório, Roberto Carlos homenageou seus pais (Lady Laura e Meu Querido, Meu Velho, Meu Amigo) e seus filhos (As Flores do Jardim da Nossa Casa, Quando As Crianças Saírem de Férias e Fim de Semana).
No período da Jovem Guarda, ele possivelmente teve um caso passageiro com a modelo Maria Stella Splendore, então mulher do famoso estilista Dener. Desta relação, há a possibilidade, até hoje não confirmada, do cantor ser pai da filha de Maria Stella, Maria Leopoldina Splendore Pamplona de Abreu. Isto teria sido o pivô da separação de Dener e Maria Stella.6

Em 1968, casou-se em Santa Cruz de la Sierra (Bolívia), com Cleonice Rossi, morta de câncer de mama e pulmão em 1990. Cleonice é mãe de seus dois filhos, nascidos no Rio de Janeiro: Roberto Carlos Segundo, chamado de Segundinho, mais conhecido como Dudu Braga, nascido em 1969, e Luciana, nascida em 1971. Segundinho nasceu comglaucoma de difícil tratamento e hoje tem menos da metade da capacidade visual e anda sempre de bengala e acompanhado.7

Roberto Carlos ainda assumiu a paternidade de Ana Paula Rossi Brega, filha de um namoro prévio de Cleonice em que o pai do bebê não quis assumir. Roberto, então, por amor a esposa, se apegou a filha dela e a registrou como sua filha. Em 1979, o casamento com Cleonice se desfez, iniciando um romance com a atriz Myrian Rios, com quem teve um casamento que duraria onze anos. Não quiseram ter filhos.

Na década de 1990, o cantor descobriu que o seu breve relacionamento com a modelo e comerciante Maria Lucila Torres gerou um filho, Rafael Torres, que ele assumiu como seu filho legítimo através de teste de paternidade. À época, Maria Lucila não quis revelar a Roberto que ele a tinha engravidado por vergonha, pois foi um caso passageiro que tiveram. Ela sempre falava ao filho que Roberto era seu pai e Rafael fez o teste para realizar o desejo da mãe. Após alguns meses de ter descoberto que Roberto era seu pai, Rafael perdeu a mãe: Maria Lucila morreu de câncer de mama.8

Em 1995, o cantor casou-se com sua antiga namorada, a pedagoga Maria Rita Simões e não quiseram ter filhos. Eles se conheceram em 1977, quando a enteada de Roberto Carlos apresentou a amiga ao padrasto, em um show do interior de São Paulo, já que Ana Paula e Maria Rita estudaram juntas, mas o pai de Maria Rita não aceitou a aproximação deles dois, por Roberto ser bem mais velho. Eles se separaram e só voltaram a se reencontrar catorze anos depois, em 1991, quando começaram a namorar.7 .

Em 1998, foi diagnosticado câncer em todos os órgãos, o que fez Maria Rita sofrer muito internada. Maria Rita morreu em dezembro de 1999, fato que abalou profundamente Roberto Carlos.9

Em 17 de abril de 2010 morreu aos 96 anos Laura Moreira Braga, mãe de Roberto. A notícia da morte de sua mãe foi dada durante uma apresentação que Roberto Carlos fez no Radio City Music Hall, em Nova York. Ana Paula morreu em 16 de abril de 2011 nos braços do marido, o guitarrista Paulo Coelho Soares, que toca na banda de Roberto. Ana Paula morreu repentinamente de parada cardíaca, o que causou muita tristeza a Roberto Carlos.10 Roberto, muito arrasado, cancelou um show que faria em Vitória no dia de seu aniversário (19 de abril).
Postado por:Júlio César


19 DE ABRIL, DIA DO ÍNDIO

O Dia do índio, 19 de abril, foi criado pelo presidente Getúlio Vargas através do decreto-lei 5540 de 1943, e relembra o dia, em 1940, no qual várias lideranças indígenas do continente resolveram participar do Primeiro Congresso Indigenista Interamericano, realizado no México. Eles haviam boicotado os dias iniciais do evento, temendo que suas reivindicações não fossem ouvidas pelos "homens brancos". Durante este congresso foi criado o Instituto Indigenista Interamericano, também sediado no México, que tem como função zelar pelos direitos dos indígenas na América. O Brasil não aderiu imediatamente ao instituto, mas após a intervenção do Marechal Rondon apresentou sua adesão e instituiu o Dia do Índio no dia 19 de abril. O dia do Índio tem como função relatar os direitos indígenas e faz com que o povo brasileiro saiba da importância que eles tem na nossa história.
Postado por Júlio César


Mulher é jogada da Ponte Rio-Niterói após batida

Segundo testemunhas, ela estava do lado de fora do veículo, quando foi atingida por um ônibus e jogada do alto da Ponte. Ela estava com a sobrinha que não ficou ferida

Uma mulher, identificada como Isabel Cristina Anacleto, de 39 anos, caiu da Ponte Rio-Niterói na manhã deste sábado (19.04), às 6h59. Ela seguia na pista sentido Niterói, com a sua sobrinha, quando seu carro sofreu uma pane mecânica às 6h58. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo estava parado sobre a faixa da direita, quando foi atingido na traseira por um coletivo da viação Tursan. Isabel estava do lado de fora do veículo, no momento do acidente. A sobrinha não ficou ferida, pois ainda estava dentro do carro.

Pescadores que estavam na Baía de Guanabara, no momento do acidente, socorreram a mulher e jogaram uma boia até o resgate do grupo Salvamar dos bombeiros chegar. Ela foi encontrada consciente, mas apresentava fraturas nos braços e nas pernas. No momento do acidente outro veículo tambem foi atingido pelo ônibus porém sem gravidade. Ainda de acordo com a PRF, a vitima foi levada para o Hospital Souza Aguiar em estado moderado. A empresa de ônibus foi procurada, mas não havia ninguém no local para dar informações. A ocorrência foi encaminhada para a 17ª DP (São Cristóvão).

Memória - Outro acidente chamou atenção dos motoristas que trafegavam pela Ponte Rio - Niterói, na manhã do dia 03 de março, segunda-feira de carnaval. Uma mulher que seguia de São Gonçalo, em direção ao trabalho, em Olaria, Zona Norte do Rio, perdeu a direção do veículo na pista em direção ao Rio, capotou várias vezes, pulou a mureta que divida as pistas ate cair nas águas da Baía de Guanabara, despencando de uma altura de 70 metros. A motorista, Marina Pinto da Silva Borges, de 22 anos, moradora de São Gonçalo, conseguiu sair nadando do carro até ser resgatada por homens do Corpo de Bombeiros.

De acordo com agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) da 2ª Delegacia (Ponte), o acidente aconteceu na altura do Vão Central e motorista estava sozinha no momento da batida. Depois de cair na água, a mulher ainda conseguiu retirar o cinto de segurança do carro e nadar até que homens do Grupamento Marítimo (GMar) que a levaram para a Marina da Glória e de lá seguiu de ambulância para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no Rio.
O Fluminense


SEXTA FEIRA DA PAIXÃO DE CRISTO EM SÃO FRANCISCO DE ITABAPOANA RJ

Aconteceu nesta Sexta-feira da Paixão, a tradicional Procissão do Corpo presente do Senhor Jesus, que relembra o sofrimento e a morte de Cristo. A Procissão saiu do Cemitério de São Francisco de Itabapoana às 19 horas, indo rumo à Matriz de São Francisco de Paula, com muitos fiéis acompanhando a caminhada, em seguida foi realizada a celebração da palavra com os Padres Lucas Mendes e Luciano.

No sábado de aleluia acontece a Santa Missa da Vigília Pascal, às 20 horas, e no domingo de páscoa acontecerão duas missas, às 8 horas e às 20 horas.




 Postado e fotos:Júlio César


FIM DE SEMANA PROLONGADO PRAIAS DE SÃO FRANCISCO, RECEBEM TURISTAS

Fim de semana de muito sol e calor acima dos 34 graus, com feriado prolongado de sexta feira Santa e Tiradentes na próxima segunda feira e São Jorge na quarta, faz turistas virem para as nossas praias.

O tráfico de veículos na principal Avenida Joaquim da Mota Sobrinho no centro de São Francisco de Itabapoana, tumultua, mais logo com o apoio do pessoal da ENTRANSFI (Empresa de Trânsito de SFI), tudo se acalma.

Equipe do blog Show Francisco considerado o mais visto da região, registra algumas famílias que aderem nossas praias por serem tranquilas  e muita paz.
Flagramos algumas pessoas no mar tomando banho e aproveitando o sol escaldante nesse período do ano, além de baterem uma bolinha nas areias calmas da Praia de Guaxindiba, Sonhos e Santa Clara. 

Outros, preferem esta no bar tomando uma cervejinha gelada e batendo aquele bom papo com os amigos.

Conversamos com algumas pessoas que vieram das cidades de Itaperuna, Lage do Muriaé, Caratinga, Ipatinga, Além Paraíba e Campos, e nos contaram da felicidade de vir novamente descansar e passear com seus familiares aqui nesta região por ser de praias tranquilas e de muito verde.

Postado por: Júlio César/Fotos: Jullyana Melo


















ABERTO O ANO TODO PARA MELHOR LHE SERVIR