Web Rádio Show Francisco no 24 Horas no Ar

Ao Vivo Web Rádio Show Francisco

OUÇA TAMBÉM NO SEU FACEBOOK

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Tiros em Ciep de Campos provoca pânico e aulas são suspensas

Conforme a direção da escola, tudo começou depois que três alunos brigaram no interior do Ciep

Tiros provocaram pânico na manhã desta quinta-feira(31), no Ciep do Parque Calabouço, situado na Avenida José Carlos Pereira Pinto, na área de Guarus, em Campos. De acordo com uma das diretoras da instituição, vários adolescentes estavam na quadra esportiva, quando dois menores e um maior se envolveram em uma confusão. Nesse momento, um dos menores fez uma ligação do seu celular e, minutos depois, surgiram três homens e começam a efetuar disparos do lado de fora do Ciep, o que provocou correria de estudantes, com alguns se atirando no chão. As aulas foram suspensas. Ninguém ficou ferido. Os autores dos tiros conseguiram fugir.

Policiais militares foram ao local e chegaram a ver três homens correndo em direção a um matagal, um deles portando uma arma. “Tudo começou quando dois menores entraram em luta corporal e um maior interviu a favor de um deles. Coisa de jovens e que ninguém poderia imaginar que terminaria em tiros”, disse um membro da direção do Ciep, que também informou que o Conselho Tutelar foi comunicado sobre o caso, visto que envolve menores. Os alunos envolvidos na confusão têm 15, 17 e 18 anos.

No momento em que os tiros foram dados, a orientação dos professores foi de sair de imediato das salas de aula e buscar abrigo no corredor, entre as paredes. Uma comerciária, cujo filho estuda no Ciep, falou ao Campos 24 Horas:

“O Ciep fica num local onde tem gangues em volta. Tem gangues de todos os lados. Hoje, foi depois de uma confusão entre alunos. Mas, geralmente, membros de gangues rivais entram em confronto e aí o Ciep acaba correndo risco de bala perdida. E assusta muito os professores e alunos”, afirma a mãe, cuja identificação vamos preservar.

O caso foi registrado na 146ª DP/Guarus para investigação.
Campos 24 Horas/Show Francisco

Foragido é preso após buscar moto em posto da PRF; baleado na Penha

Confira as ocorrências registradas nas últimas horas


Um homem foragido da justiça foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), após ir buscar uma motocicleta que havia sido apreendida em uma fiscalização, na rodovia Governador Mario Covas (BR-101), em Campos. O caso aconteceu na noite de quarta-feira (30). A ação faz parte da Operação Égide, que reforça o policiamento nas rodovias federais do estado.

Equipes da PRF faziam uma blitz na altura do km 74, quando desconfiaram do condutor de uma motocicleta e decidiram abordá-lo. Era um rapaz de 17 anos, o qual não portava nenhuma documentação. Ele disse que a moto tinha sido comprada por seu irmão, mas ainda não teriam feito a transferência da propriedade. Então, os policiais fizeram contato com o proprietário, que foi até o local. Entretanto, ao chegar, os agentes verificaram que ele era foragido da justiça.

Um mandado de prisão preventiva havia sido expedido contra o dono da moto. O homem, de 53 anos, é acusado de violência doméstica. Ele também esteve preso por cerca de cinco anos, após ser capturado na ‘Operação Petisco’, da Polícia Federal, contra o tráfico de drogas na favela Tira Gosto, em Campos.

A ocorrência foi encaminhada para a 134ª DP/Centro.
Campos 24 Horas/Show Francisco

Espingardas, garrucha e centenas de munições apreendidas


Divulgação

O material foi apreendido e apresentado na delegacia do Centro de Campos

Uma grande quantidade de armas e munições foi apreendida nesta quarta-feira (30/08) na localidade de Retiro, na Fazenda Pau Grande, Baixada Campista. Os policiais militares chegaram até o local através de denúncia informando que em uma casa haveriam várias armas e que um homem estaria maltratando o próprio pai.

Lá, os PMs localizaram o acusado, descartando a hipótese de maus tratos. O suspeito confirmou para a polícia que guardava as armas e que as mesmas seriam utilizadas para a prática de caça.

O suspeito apresentou todo o material para a polícia: uma espingarda calibre 12, garrucha calibre 22, outra espingarda calibre 16, 74 munições calibre 12, 106 munições calibre 16, duas munições calibre 22, uma maquina para recarga de munição, 492 cartuchos vazios de calibre 12, 01 cartucheira, 235 buchas de cartucho, oito pocaçus e 66 cartuchos vazios de calibre 16.

O homem foi preso em flagrante por posse irregular de arma de fogo. O caso foi registrado na 134ª Delegacias Legal (DL/Centro).
Ururau/Show Francisco

Mais uma pessoa é baleada durante assalto em Campos

Nº de assalto a mão armada cresce absurdamente e quase fez mais uma vítima fatal

Diante do número crescente de assaltos a mão armada em Campos, quase um homem de 32 anos, entrou para as estatísticas. Ele foi baleado durante um roubo na noite desta quarta-feira (30), na Rua Anizio Alves Pereira, em Donana, na Baixada Campista.

R.B. informou a polícia que aguardava uma mulher para um encontro, quando foi abordado por dois homens armados em uma moto de cor preta, de placa não anotada. Eles anunciaram o assalto, subtraíram o celular e um cordão, e ainda fizeram disparos, que atingiram a vítima. Em seguida, fugiram.

Mesmo com ferimentos a vítima pegou sua caminhonete, conseguiu dirigir até sua casa, node recebeu ajuda de familiares e em seguida foi levado para o Hospital Ferreira Machado (HFM).

Até a publicação desta matéria nenhum suspeito do crime havia sido identificado ou localizado pela polícia

O caso foi registrado na 134ª DP/Centro.
Campos 24 Horas/Show Francisco

Cooperativas de Vans fazem manifestação: queixas do IMTT

Motoristas criticam “excesso” de fiscalização por parte do IMTT. Ató deu um nó no trânsito com reflexos nas principais avenidas centrais


Motoristas de vans que fazem o transporte alternativo em Campos realizaram nesta quarta-feira (30) manifestação na avenida José Alves de Azevedo(Beira-Valão), próximo à ponte Leonel Brizola(ponte Rosinha), protestando contra o que consideram como “perseguição” as abordagens que têm sofrido, muitas vezes, três a quatro num mesmo dia. O ato causou um nó no trânsito na área central no final da tarde, com reflexos nas principais avenidas centrais, como Alberto Torres, Pelinca e 28 de Março. Os presidentes de cooperativas de transporte e representantes do transporte alternativo, devidamente legalizados, afirmam que não são contra as fiscalizações, mas, sim, ao que classificam de “excesso de fiscalização” em cima dos mesmos veículos.

– Nós já estivemos reunidos com o prefeito Rafael Diniz e com o presidente do IMTT, relatando esse problema. Eles prometeram providências, mas isso continua acontecendo. Não somos contra as fiscalizações, somos contra termos que ser fiscalizados, parados, apresentar todos os documentos, duas, três ou quatro vezes no mesmo dia. Isso constrange o passageiro. Qual a finalidade disso? Fazer com que o passageiro pare de andar de van? – questionam os presidentes de cooperativas.

Eles explicam que pagam os impostos mensais em dia, além de estarem devidamente legalizados. Sem contar que, anualmente, cada uma das vans legalizadas que circulam no município, hoje em torno de 280, têm débito com o IMTT de mais de R$ 3 mil em taxas. “Somos geradores de emprego, porque cada van emprega, em média, duas a três pessoas. E ainda movimentamos a economia da cidade, nos postos de combustíveis, nas lojas de peças de reposição, de pneus, entre outras”, finalizam.

Nota da prefeitura:

O Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT) realiza operações semanais de fiscalização com o principal objetivo coibir o transporte não legalizado. Operações também são realizadas direcionadas aos táxis, ônibus e vans, onde é possível, através de registros, identificar ações administrativas direcionadas a todos os modais citados, caso estes tenham sido encontrados com alguma irregularidade no exercício do trabalho. Além de coibir transporte irregular, a medida também visa melhorar a mobilidade urbana, bem como segurança a população.
Campos 24 Horas/Show Francisco


Morte de estudante: suspeitos se entregam e C24H acompanha com exclusividade

Policial militar de folga presenciou assalto, atirou e um dos suspeitos foi baleado, mas não morreu

(Atualizado em 30/08 às 15h) – Dois menores suspeitos de participação no crime de latrocínio que vitimou o estudante Fernando Soares Araújo, de 21 anos, se entregaram na tarde desta quarta-feira (30) na 134ª DP/Centro, após tomarem conhecimento que estavam sendo procurados.

O menor, de iniciais W.L.S., e o segundo suspeito, de iniciais M.J.S., ambos de 17 anos, se deslocaram para delegacia acompanhados por responsáveis. Segundo informações da Polícia Civil, os pais de W. procuraram o inspetor Deivid da DEAM, que reside no mesmo bairro dos suspeitos e entregaram os menores, afirmando que só tomaram conhecimento da participação deles nesta quarta.

A pedido dos suspeitos, que queriam a presença da imprensa para se entregar, a equipe do Campos 24 Horas já esta na delegacia e acompanhou a apresentação espontânea da dupla.

Um dos acusados é morador da Rua Ayer Campos e o outro da Travessa Margarida, ambas no Parque Aurora. Ainda segundo informações da polícia, W. já confessou que saiu para cometer o roubo e M. segue prestando depoimento.


Campos 24 Horas/Show Francisco

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

SFI busca atualização do Código Tributário do município


    Membros da Prefeitura de São Francisco de Itabapoana (SFI) se reuniram recentemente, na sede do Executivo, para discutir e debater a atualização da legislação nº 139/2002, de 9 de dezembro de 2002, que institui o Código Tributário do município. Nesse sentido serão inseridas informações referentes a algumas taxas, que não estão contempladas na legislação.


O assistente jurídico da Procuradoria, Cláudio Hering, informou que além dos nove incisos já existentes no artigo 93, passariam a ser contemplados com outros, entre eles as taxas de Vigilância e Inspeção Sanitária (TVIS), Registro de Produto (TRP), além do acréscimo de uma Taxa de Expediente (TE). “Estamos tomando essas medidas com base no município de São João da Barra, que também realiza a cobrança dos serviços ao contribuinte”, pontuou.

De acordo com o secretário de Fazenda, Fredy Beshara, o decreto está desatualizado há 15 anos e com o projeto de lei complementar municipal, irá contribuir para aumentar a arrecadação em SFI. “Todo tributo para ser cobrado, a princípio deve aguardar o prazo de 90 dias após publicação. Depois desse período, a prefeitura pode começar a arrecadar. A finalidade é reforçar o caixa de São Francisco para que o município possa investir ainda mais na infraestrutura da cidade e em outros setores como Saúde e Educação”, informou Beshara.

O Projeto de Lei agora segue para a Câmara Municipal, porque depende de aprovação da maioria absoluta dos vereadores. Segundo informações da diretora do Departamento de Arrecadação, Amanda Azeredo, se tudo der certo, o município poderá começar a arrecadar em janeiro do ano que vem.

Também participaram da reunião o secretário de Obras, Urbanismo e Serviço Público, Roberto Vinagre; o fiscal de Obras Anderson Raimundo, o fiscal tributário Ronis Oliveira Silva e a diretora da Vigilância Sanitária, Karina Abud de Araújo.

Valores

De acordo com informações do Departamento de Arrecadação, hoje a UFISFI (Unidade Fiscal de São Francisco de Itabapoana) vale R$ 83,98. Os valores ainda estão sendo avaliados e podem variar de acordo com cada área. Por exemplo, o valor da taxa de Expediente para segunda de via de Alvará. Estuda-se a possibilidade de ficar em torno de 0,5 UFISFI (R$ 41,99)

Ascom SFI

Francimara participa do encerramento da Semana Nacional da Pessoa com deficiência


A prefeita de São Francisco de Itabapoana (SFI), Francimara Barbosa Lemos, participou na tarde desta segunda-feira (28) do encerramento da Semana Nacional da Pessoa Com Deficiência Intelectual e Múltipla, promovida no município pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae).

A coordenadora geral, Silvana Carvalho, disse estar muito feliz com a presença da prefeita no evento e afirmou que a Apae também foi beneficiada com o apoio de Francimara, quando ela era secretária municipal do Trabalho, da Assistência e Promoção Social.

A assistente social da Apae, Márcia Cristina Batista, também agradeceu durante sua fala e citou diversos setores da municipalidade. “Agradecemos o apoio de todos que tornaram possível o sucesso de nossa Semana: a prefeita Francimara, que é um imenso prazer recebê-la nessa instituição, juntamente com sua equipe de assessores, a vereadora e secretária municipal de Educação e Cultura, Yara Cinthia, o presidente da Associação de Moradores de Carrapato, Alaildo Barreto, e todos aqui presente”, declarou.

Ela agradeceu ainda o apoio da Secretaria Municipal de Transporte e da Secretaria Municipal do Trabalho, da Assistência e Promoção Social (SMTAPS).

“Tudo o que a gente fizer ainda é pouco, sabemos que não estamos fazendo tudo. Temos pretensão de ajudar muito mais, mas nós estamos passando por dificuldades, como o Brasil todo tem passado. Se Deus quiser, a gente vai poder estar ajudando mais a Apae, a partir do ano que vem. Mas tudo o que a gente fizer ainda é pouco por essas crianças. Muito obrigado por poder estar aqui com vocês”, destacou Yara.

Paralelo ao que foi dito pela responsável pela pasta da Educação, Francimara ressaltou que o principal objetivo do poder público é dar dignidade aos são franciscanos, mesmo em períodos de crise econômica. “Com muita alegria que hoje eu venho aqui na Apae. Quando eu fui secretária de Ação Social de SFI por um ano e 10 meses, o que eu pude fazer pela APAE e pelas pessoas que procuraram a secretaria, eu fiz. Quero poder fazer muito mais pela Apae. Tudo o que a gente fizer ainda é pouco, pois vocês merecem muito mais”, garantiu. A chefe do Executivo foi homenageada pelos assistidos da instituição com a entrega de um buquê de flores e com a declamação de um poema.

Aprovação - “A Apae para o meu filho é tudo. É minha casa e minha família. Espero que a assistência da Apae melhore ainda mais com esse convênio com a prefeitura”, declarou Maria da Penha, mãe de um jovem de 19 anos assistido.

“Não tenho nada do que reclamar da Apae. Espero que continue assim”, revelou Gerlane Rufino, que tem um filho de 10 anos e há sete anos é assistido pela instituição.

Ascom SFI-RJ/Show Francisco

Governo Francimara assina convênio com o MTE para a emissão de Carteira de Trabalho em SFI


A prefeita de São Francisco de Itabapoana (SFI), Francimara Barbosa Lemos, e o secretário municipal do Trabalho, Assistência e Promoção Social, Fagner Azeredo, firmaram um convênio de cooperação técnica com o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), em Campos dos Goytacazes, na tarde desta quarta-feira (30). A assinatura do termo, na sede do MTE-Campos, objetiva a emissão de Carteira de Trabalho e Previdência Social no município são franciscano, serviço que deixou de ser prestado durante a gestão anterior. 

“É uma grande conquista para os moradores de São Francisco de Itabapoana, que a partir da emissão do documento no município, não precisarão mais se deslocar até Campos ou São João da Barra. Além de tempo, vai haver uma grande economia de dinheiro. Nosso Governo está trabalhando e proporcionando mais benefícios a nossa população”, destacou Francimara.

Fagner explicou que haverá a necessidade de um curso, a fim de capacitar o pessoal da Secretaria do Trabalho, Assistência e Promoção Social para a emissão do documento. “A partir desta capacitação, a secretaria estará apta a emitir a Carteira de Trabalho. O serviço será realizado mediante a distribuição de senhas, no período de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na própria sede da secretaria”, ressaltou o secretário.

Pelo MTE-Campos assinou o termo de cooperação técnica a gerente administrativa Priscila Benvenuti. A expectativa da secretaria é de que a emissão da Carteira de Trabalho em SFI seja realizada a partir do mês de outubro.
Ascom SFI-RJ/Show Francisco

Secretaria de Educação de SFI promove Encontro Pedagógico nesta sexta-feira (1º)

Cerca de 600 profissionais da rede municipal de ensino de São Francisco de Itabapoana (SFI) estarão reunidos nesta sexta-feira (1º) para um Encontro Pedagógico. O evento é promovido pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SMEC) e será realizado a partir das 8h, no Salão Ana Festas, no Centro. A prefeita Francimara Barbosa Lemos, juntamente com a secretária da pasta, Yara Cinthia, farão a abertura solene. O encerramento está previsto para as 12h30.

O Encontro contará com palestra, depoimentos, dinâmicas, apresentações de vídeos, sorteio de brindes diversos e lanche. De acordo com Yara, o cronograma do evento tem a proposta de promover um momento motivacional aos docentes e gestores das unidades escolares.

A diretora do Departamento de Ensino da SMEC, Silvana de Fátima, revelou que a palestra será ministrada pela psicóloga Carla Marvila a partir da temática “Meu aluno não quer nada, e agora?”. “Esperamos que seja o primeiro, de muitos encontros visando o desenvolvimento da educação do nosso município”, afirmou. 

Ascom SFI-RJ/Show Francisco

Vice-prefeito de SFI em reunião produtores rurais, Emater-Rio e com vereadores sobre custeio da safra 2017/2018









Representando a prefeita de São Francisco de Itabapoana (SFI), Francimara Barbosa Lemos, o vice-prefeito, Claudio Henriques, participou de uma reunião com os produtores rurais da região, que requerem uma renegociação do custeio da safra 2017/2018. O encontro aconteceu em conjunto com outros vereadores e o representante da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-Rio), Fabiano Casamasso, sendo realizado nesta terça-feira (29), na sala do presidente da Câmara Municipal, vereador José Pinto Filho.

Os produtores informaram que o prazo para o pagamento do empréstimo adquirido pelo banco foi reduzido de 24 para 14 meses. E para reverter esse novo vencimento, será necessária a intermediação dos órgãos municipais, no sentido de que eles encaminhem um requerimento à Secretaria Estadual de Agricultura para que o órgão possa pleitear a solicitação dos produtores em aumentar o prazo de pagamento ao Ministério da Agricultura. Dessa forma os produtores poderão conseguir renegociar o custeio.

Henriques, que também responde pela Secretaria de Agricultura e Pesca, sugeriu que esse documento a ser encaminhado ao órgão competente deve conter também um parecer técnico da Emater. "As informações dos profissionais da Emater também tem bastante relevância. Além disso, é preciso mostrar que é preciso ampliar o prazo porque entre plantar e colher são necessários 24 meses. Por isso que é inviável pagar o empréstimo em pouco tempo", ressaltou.


A produtora Eliane Gomes de Azevedo falou da importância do momento. "Esse prazo é importante porque não podemos cumprir com o compromisso com uma lavoura de abacaxi. Não tem como liquidar uma dívida com o banco e acaba se tornando uma inadimplência. Nós vivemos do trabalho da lavoura, por isso precisamos de financiamento para prosseguir com os trabalhos", argumentou.

Homenagem – Henriques recebeu uma homenagem nesta terça-feira (29) durante o encontro que marcou a assinatura do termo de cooperação técnica entre o prefeito de Campos dos Goytacazes, Rafael Diniz, e a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). O evento aconteceu no auditório do campus da universidade, em Campos, após a abertura do terceiro e último dia de trabalhos do evento "Dia Nacional do Campo Limpo", que faz referência à destinação correta das embalagens usadas de agrotóxicos e sugere propostas da agricultura sustentável.

O vice-prefeito de SFI explicou as razões da homenagem. "Eu estava representando nossa região porque tivemos muitos pontos de coleta de embalagens, além de serem envolvidos para a iniciativa vários alunos da rede municipal de ensino do município. A intenção é de plantarmos a semente neles e levar conscientização", pontuou Henriques.
Ascom SFI-RJ/Show Francisco

Bandidos quebram vidro de carro, roubam joias e R$ 5 mil no Centro

Carro estava estacionado na Rua Gil de Góis

Uma mulher teve sua bolsa, joias e outros pertences, além de R$ 5 mil roubados por volta das 19h30 desta terça-feira (29) na Rua Gil de Góis, na área central de Campos.

A vítima de iniciais A.C.F., informou a polícia que havia estacionado seu carro no local e ao retornar percebeu que o vidro dianteiro do lado direito estava quebrado. Ao olhar o interior do carro observou que vários pertences tinham sido levados, como sua bolsa com um celular, um relógio, duas alianças de ouro, uma carteira com documentos pessoais, uma quantia de R$ 5.000, um carregador de celular e as chaves do escritório e de sua residência.

A vítima foi encaminhada para a 134ª DP/Centro, onde foi registrada a ocorrência.
Campos 24 Horas/Show Francisco


Homem de 34 anos é assassinado a tiros de pistola na Lapa

40 cápsulas de pistola foram encontradas

Rony Crespo Gomes, de 34 anos foi assassinado a tiros na madrugada desta quarta-feira (30), no cruzamento da Avenida Rui Barbosa com Rua Miguel Herédia, no bairro da Lapa, nas proximidades da Comunidade Tira Gosto(TG), um local conhecido como uma das células do tráfico de drogas em Campos. A vítima morava no próprio bairro.

De acordo com a polícia, populares contaram que ouviram alguns tiros e acionaram a Polícia Militar. Chegando ao local, os militares encontraram a vítima caída ao solo, já sem vida. Ao lado do corpo de Roni, foram encontradas 40 cápsulas de 9 mm e 380.

O crime tem características de execução. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML). O crime foi registrado na 134ª DP/Centro para investigação.
Campos 24 Horas/Show Francisco